Escola Básica e Secundária Prof. Ruy Luís Gomes

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Início das Turmas Projecto da Turma 7ºG

Projecto da Turma 7ºG

A PUBLICIDADE

Criação de anúncios

7º G

Os alunos desta turma criaram anúncios a valores. Podes ouvi-los aqui ou lê-los mais abaixo.

Download Nome Reproduzir Tamanho Duração
download Amizade
Paulo Batista

0.2 MB 0:31 min
download Amizade
Rúben Grilo e Weslley António

0.4 MB 0:54 min
download Paz
Aliete Filipe

2.1 MB 5:09 min
download Amor
Ana Patrícia Soares e Ruth Costa

1.9 MB 4:39 min
download Amor
Bernardo Dionísio e Maria Faria

0.5 MB 1:13 min
download Amor
Danilson Piedade e Telmo Santos

0.7 MB 1:48 min
download Amor
Diogo Penedo e Telmo Silva

1.6 MB 3:53 min
download Amor
Marisa Leite e Verónica Ramos

0.6 MB 1:25 min
download Amor
Filipa Andrade e Moisés Santos

0.2 MB 0:37 min
download Desespero
Ana Dias e Cármen Oliveira

0.8 MB 2:00 min
download Bullying
César Ferreira Hélder Moita

0.6 MB 1:37 min
Joomla! web design... 

Para aceder aos textos, prima em continuar

 

Este texto é de um anúncio (comercial) criado por Washington Olivetto e foi exibido nas salas de cinemas, no Brasil. No filme publicitário, o ecrã fica todo branco enquanto se ouve o seguinte:

 

PAZ

Esse comercial não tem mulher de biquíni,
Não tem cachorro,
Não tem criança,
Não tem bebezinho.
Esse comercial não tem casal,
Não tem beijo,
Não tem pôr-do-sol,
Não tem família tomando café da manhã.

Esse comercial não tem música de sucesso,
Não tem efeito especial,
Não tem tartaruga jogando bola.

Esse comercial não tem gente famosa
Nem garoto propaganda,
Porque esse comercial é para vender um produto
Que ninguém precisa ser convencido a comprar.

Esse comercial é para vender um produto
Que você adora consumir,
E que por sinal,
Você até já comprou,
Só que não estão entregando.

É um produto que não tem marca
Nem tem slogan,
Não tem embalagem
Nem faz promoção tipo leve 3, pague 2.

Esse comercial é todo branco
E desse jeito,
Ele pode ser entendido aqui e no mundo inteiro.

Aliás, seria muito bom que esse comercial
Pudesse passar no mundo inteiro.

Porque o produto que esse comercial quer vender é a PAZ.

Enquanto o pessoal que precisa comprar a PAZ não a compra, faça assim:

Pegue o estoque  de PAZ que você ainda tem em casa,
Use no trânsito.
Use na fila do banco.
Use no elevador.
Use no futebol.

Paz é um produto interessante,
Porque quanto mais você usa,
Mais você tem.

E se todo mundo usar,
Quem sabe chegue o dia
Em que ninguém mais
Precise fazer um comercial
Para vender a paz.

 

 

Leitora / intérprete: Profª Aliete Filipe

Os alunos do 7º G elaboraram anúncios a valores importantes, aqui estão eles:  (podem ser ouvidos ou lidos).

 

Anúncio ao AMOR

 

Para uma palavra tão pequena

Um sentimento tão grande!

 

O que é o amor?

 

Não te consigo explicar.

Abre as portas do teu coração e sente.

 

Não te vais arrepender!

É a coisa mais bela e forte

Que poderás ter!

 

Amor, sentimento de loucura.

 

Não sei, tenho medo

Do que estou a sentir.

 

Não te preocupes:

Ama e aprende a amar!

 

Autores: Filipa Andrade e Fábio Ramos

Leitores / intérpretes: Filipa Andrade e Moisés Santos

 

 

 

 

Anúncio ao AMOR

 

 

Existe um sentimento nesta vida:

Chama-se AMOR.

 

É tão puro, tão livre e sem medida,

Traz sorrisos e também dor.

 

Não existe lei, nenhuma explicação,

Confunde a mente e o coração.

 

Quando ele chegar a ti, como uma flecha e sem sinal,

É ele que chegou e não te fará mal!

 

Não seja tímido e lute pelo seu amor,

Não tem nada a perder!

 

Autoras: Verónica Ramos e Marisa Leite

Leitoras / intérpretes: Verónica Ramos e Marisa Leite

 

 

 

 

Anúncio ao AMOR

 

Um anúncio sobre amor é:

O amor é fundamental

O amor é banal

É uma coisa que é especial

 

Um anúncio ao amor

Tem de ser especial

Tem de nos causar calor

Porque é um sentimento real

 

O amor é um sentimento

Que causa impacto

E quem não o vê

Tem de usar lentes de contacto

 

O amor é sentido

Por um homem ou mulher,

Poeta ou crítico

Que não o sabe esconder

 

Se queres sentir amor

Não precisas gastar dinheiro

É só juntares no coração

Para dares ao teu companheiro.

 

O amor no mundo

É como a paz

Não causa nenhuma guerra

Nem à mulher nem ao rapaz.

 

O amor no mundo

Não é uma burrice

É o que o põe feliz

Em épocas de crise.

 

Sinta o amor a todo o momento

E verá que o seu amor ficará no pensamento!

 

E para acabar em grande

Este anúncio deve ter

Amor e muito amor

Porque o amor faz crescer.

 

 

Autores: Diogo Penedo e Telmo Silva

Leitores / intérpretes: Diogo Penedo e Telmo Silva

 

 

 

 

Anúncio ao AMOR

 

 

Produto ‘Peace and Love’

 

Nós estamos a vender o produto ‘AMOR’

Compre, dura para toda a vida,

E também é um produto com muito valor.

 

- O que é?

- O amor.

- Onde fica?

- No coração.

- Faz o quê?

- Deixa-te apaixonado e com calor.

 

Aproveite e compre.

Já milhões de pessoas o compraram.

Compre você também!

 

100% Grátis!

 

 

Autores: Bernardo Dionísio e Maria Faria

Leitores / intérpretes: Bernardo Dionísio e Maria Faria

 

 

Anúncio ao AMOR

 

 

O amor é arte,

Amor é o sangue dos nossos corações.

 

Amor não é dever, mas sim um direito,

Amor nós temos sempre no nosso peito.

 

Família, amigos,

Amor é o espelho dos nossos olhos

E dos nossos corações.

 

Amor está dentro de nós e no exterior,

É o que podemos oferecer e receber.

 

Carinho, paz, amizade é o que constitui o amor,

Amor é saber amar e ser amado.

 

Amor, uma palavra muito poderosa,

Paixão, uma palavra dolorosa

E amor é o que tenho a todo o momento

E vocês é o que eu tenho no meu pensamento.

 

Respeito também é amor,

Se queres ser respeitado,

Também tens que respeitar,

Amar o próximo

É nunca o odiar.

 

Amor é teatro que não permite ensaios!

Distribui o amor e não o rancor.

 

Autores: Danilson Piedade e Telmo Santos

Leitores / intérpretes: Danilson Piedade e Telmo Santos

 

 

 

 

Anúncio à Amizade

 

A amizade é uma relação

Onde não pode haver falsidade

 

É também um sentimento

Que já é uma antiguidade.

 

Ser amigo, ter amigos

É uma coisa que traz felicidade.

 

Lembre-se: seja amigo e tenha amigos.

Assim vai ser feliz!

 

 

Autores: Rúben Grilo e Weslley António

Leitores / intérpretes: Rúben Grilo e Weslley António

 

 

 

Anúncio à Amizade

 

Senhores e senhoras,

Vamos apresentar: a amizade!

 

Na amizade, não é tudo bom,

Temos bons amigos,

Nos maus, nem vale a pena falar…

 

Liberdade de expressão,

Fidelidade, emoção,

Tranquilidade, paixão,

Lealdade…ou não!

 

Use a amizade,

Não tem nada a ver com a publicidade!

A humanidade é boa, é a nossa felicidade!

 

Precisamos muito mais da nossa privacidade,

Para isso não é preciso vender nada à metade!

 

 

Autor: Paulo Batista

Leitores / intérpretes: Paulo Batista e profª Clarinda Lopes

 

 

Anúncio contra o desespero

 

O desespero não se compra, não se vende e não se fabrica,

Sente-se.

 

É um sentimento negativo, duro,

Inflige dor e pânico.

 

Dor essa que, por sua vez,

provoca ódio e rancor.

 

Ódio esse que provoca desgosto,

Ou seja, nada acontece a seu gosto.

 

Pode ter sido um namorado que a deixou,

Ou uma mala que se esgotou,

Mas o que é certo

É que o desespero a apanhou.

 

É um sentimento que você não gosta de dar

Nem de receber.

Mas que recebe

E também dá,

Fazendo os outros sofrer.

 

Conclusão:

É um sentimento odiado

Que não deve ser usado

Pois no final

O mundo acaba magoado.

 

 

Autoras: Ana Dias e Cármen Oliveira

Leitoras / intérpretes: Ana Dias e Cármen Oliveira

 

 

Anúncio contra o Bullying

 

Bullying nesta escola, não.

Não há motivo para arranjar confusão.

 

Se alguém se meter contigo

Dá-lhe desprezo,

Porque é aquilo que ele merece.

 

Se fizeres isso,

Estarás a usufruir de uma benesse

Mesmo que estejas com raiva,

Nunca reajas…

 

Não vale de nada

Nem com mãos nem com espadas

Não ligues às provocações

Não vale de nada.

 

Ouve umas canções

Não nades à porrada

Dedica-te aos estudos

Porque sem isso, não és nada.

 

E relembro-te que não vale de nada

Andar à porrada

Não compensa chateares-te

Por uma coisa insignificante

 

Mete na cabeça que és uma pessoa brilhante

Se o bullying parar

A paz vai subir

E todas as pessoas vão começar a curtir

 

O bullying tem de parar

Se não todas as pessoas

Vão começar a chorar

Não pratiques bullying!

 

Os gestos não chegam,

Falar é a melhor maneira de te defenderes!

 

 

Autores: César Ferreira e Hélder Moita

Leitores / intérpretes: César Ferreira e Hélder Moita

Actualizado em Quinta, 06 Janeiro 2011 12:33